espaco-som-big-bang[1]

Pesquisadores acreditam que o início da expansão do Universo produziu intensas ondas de som. Obviamente, elas não são mais audíveis. Mas informações sobre radiação cósmica coletadas pela NASA apontam que é possível simular o barulho.

Foi o que fez o físico da Universidade de Washington, John Cramer. A partir da análise desses dados, ele produziu um arquivo de som que simula o som do Big Bang. O mais bacana é que os 100 segundos que Cramer montou mostram, na verdade, um intervalo de tempo de 380 mil anos.

Veja o vídeo abaixo para ouvir o som do início do Universo:

[Via Superinteressante]