Depave1[1]

“Asfalto hoje cobriu o nosso chão”, trecho da música Tradição, de Geraldo Filme, resume em uma única frase o que são as cidades grandes atualmente. O que era visto como progresso hoje cobra um preço caro: aumento de temperaturas e maior incidência de enchentes (com o solo impermeável) são dois exemplos bastante claros dos efeitos colaterais da concretização do solo.

Por que não pensei nisso antes?
As soluções simples sempre estão aí para nos surpreender. Se o problema é excesso de áreas pavimentadas, a solução é retirar o calçamento e voltar à terra! Essa foi a conclusão de um grupo de pessoas do estado de Oregon, EUA, que formaram o Depave (algo como “despavimente” em português).

Eles traçam planos, estudam lugares e entram em ação! O concreto, ou seja lá o que estiver na frente, é removido dando lugar a hortas e pequenos jardins. O grupo entrou em ação em 2009. Eles estimam que até agora foram criados mais de 10 mil m² de novas áreas verdes.

Planeje antes de fazer
A ideia aqui é realmente botar a mão na massa! Se você concorda que temos asfalto e concreto demais nas cidades, então mobilize pessoas e comece a mudar essa situação. Antes, é claro, crie um plano. Encontre locais em que não há sentido existir pavimentação, observe como a água da chuva se comporta no terreno, peça autorização à prefeitura ou ao dono do terreno* e, só então, comece a quebrar.

*Se isso for um empecilho muito forte, ao menos explique o que será feito aos moradores mais próximos ao local da ação, certifique-se de que eles concordam com tudo e colete assinaturas.


32crop[1]